Diante do crescente número de casos confirmados de coronavírus (Covid-19), muito se tem discutido a respeito do uso de máscaras por toda a população, como forma de proteção.

Segundo a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), devem utilizar máscaras cirúrgicas os pacientes com sintomas respiratórios (tosse, espirros, dificuldade para respirar), os profissionais de saúde e de apoio que prestarem assistência ao paciente suspeito ou confirmado de Covid-19.

Para a população que necessita sair de suas residências, recomenda-se a máscara de pano como uma forma de barreira mecânica. Contudo, destaca-se a importância da manutenção das outras medidas preventivas já recomendadas, como distanciamento social, evitar tocar os olhos, nariz e boca, além de higienizar as mãos com água e sabonete ou álcool gel 70%.
A máscara de pano pode diminuir a disseminação do vírus por pessoas assintomáticas ou pré-sintomáticas que podem estar transmitindo o vírus sem saber. No entanto, o material não protege o indivíduo que a está utilizando, já que não possui capacidade de filtragem. O uso da máscara de tecido deve ser individual, não devendo ser compartilhado.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *